É difícil imaginar algo mais estarrecedor do que “manifestantes”, ONGs e juristas pelo direito ao crack

PE: Roubo de peças causou um prejuízo de pelo menos R$ 148 mil à empresa