A+ A A-

Delegado Éder Mauro entra no Facebook para acabar com fakes

Mesmo sendo figura conhecida no combate ao crime na Região Metropolitana da capital paraense, o delegado da Polícia Civil do Pará Éder Mauro, diretor da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), descobriu recentemente que, há cerca de um ano, vem sendo vítima de crime virtual e, diante disso, decidiu contratar uma empresa profissional para administrar um perfil próprio e oficial no Facebook.

 

28fev13-delegado-para-facebook.2O nome de Éder Mauro está sendo usado em vários perfis falsos não só na rede social Facebook, mas também no Twitter, os quais publicam postagens comprometedoras à conduta do delegado.

 

“Ano passado em um desses perfis falsos colocaram que eu tava marcando encontro com uma garota menor de idade. O que não era verdade. Quase tive problemas por conta dessa mentira”, afirma o Éder Mauro.

 

No ano passado o delegado descobriu os primeiros casos de perfis “fakes”, ou seja, páginas criadas e administradas por terceiros, que postam declarações passando-se por ele. Recentemente, Éder Mauro voltou a se deparar com esta situação e resolveu acionar uma empresa de marketing para criar e gerenciar uma conta oficial.

 

“Eu não entendo nada dessas mídias sociais, então contratei uma empresa para tomar conta. Primeiro para me defender de falsas acusações, segundo, porque sei que a população acessa estes perfis (fakes) pensando estar falando comigo”, ressalta o delegado, que pretende estreitar o contato com a população através do perfil oficial no Facebook.

 

Segundo informações de Marcelo Araújo, diretor da empresa de publicidade contratada por Éder Mauro, a conta oficial foi criada há pouco tempo. “Há cerca de uma semana criamos o perfil com o nome ‘Delegado Éder Mauro Oficial’, onde todas as informações recebidas serão repassadas e respondidas”, explica afirmando que, em breve, também será criada uma conta no Twitter.  

 

Com relação as várias contas falsas ainda existentes nas redes sociais, o delegado Éder Mauro registrou o caso na Divisão de Combate a Crimes Tecnológicos, onde a delegada Beatriz Silveira ficará responsável pelo apuração do caso.

 

DOL

 

DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social & Portal Nacional dos Delegados

logo-login-home-set-2013logo-vermelho-home-set-2013logo-cadastre-home-set-2013logo-vermelho-home-set-2013logo-dados-home-set-2013logo-vermelho-home-set-2013logo-sair-home-set-2013
Esqueceu sua senha?                 Esqueceu seu usuário?

assine-ja-2014


conteudo-exclusivo-2014


Exclusivo

® 2007 - 2014. DELEGADOS.com.br - Revista da Defesa Social & Portal Nacional dos Delegados - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvedor TDA Informática Ltda