A+ A A-

Polícia Civil do Amapá deflagra a Operação Círculo de Fogo

Foram mobilizados mais de 80 policiais civis, 25 Delegados de Polícia, Grupo Tático Aéreo, para o cumprimento de 15 mandados de busca e apreensão e 8 prisões temporárias dos principais grupos contraventores do denominado “Jogo do Bicho” na cidade de Macapá-AP.

 

21dez12-operacao.circulo.fogo.2Os principais alvos foram as entidades ÀS DE OURO, ESTRELA DO AMAPÁ, PARA TODOS e LOOK LOTERIAS, localizadas, respectivamente, nos bairros Buritizal, Perpétuo Socorro, Perpétuo Socorro e Centro.

 

Também foram alvos de busca e apreensão os locais onde funcionavam bingos clandestinos e os denominados “Vídeo Poker”, localizados na Rua Padre Júlio e Avenida Euclides da Cunha, respectivamente, no Centro.

 

Segundo apontou as investigações do Inquérito Policial nº 012/2012 – DEFAZ/DGPC presidida pelo Delegado Leandro Leite, os grupos criminosos agiam há muitos anos na cidade de Macapá-AP e movimentavam cerca de 1.400.000,00 (um milhão e quatrocentos mil reais) por mês.

 

21dez12-operacao.circulo.fogo.361 pessoas foram presas e encaminhadas ao CIOSP do Pacoval. Destas, 54 trabalhavam nos locais onde funcionavam as entidades e nas denominadas “bancas de rua”.   

 

Foram apreendidos cerca de R$ 60 mil reais em espécie, 6 Kg de um material aparentemente indicado como ouro, uma pistola calibre 380, munições, máquinas utilizadas na consecução do crime e vários documentos relacionados à contabilidade das entidades.

 

Outrossim, foram presos temporariamente os nacionais CELSO EMÍLIO MONTEIRO BOSQUE, ANTÔNIO CARLOS ALVES SAMPAIO, RAIMUNDO AMANAJÁS DOS SANTOS, CASSIANO FERREIRA MONTEIRO JÚNIOR, MICHEL SILVA DA COSTA, GERIVALDO NUNES CABRAL, JORGE ARAÚJO DA CRUZ, FERNANDO BRITO DOS SANTOS.

 

Há indícios da participação do ex-Deputado Estadual CASSIANO FERREIRA MONTEIRO como principal gestor de uma dessas entidades.

 

Conforme se apurou no inquérito policial, os grupos responsáveis pelo jogo do bicho no Estado do Amapá teriam relação direta com contraventores do Estado do Rio de Janeiro e do Estado de Goiás, onde os sorteios são realizados e os resultados observados de maneira cogente (obrigatória, vinculada).


 
A Polícia Civil do Estado do Amapá deverá compartilhar informações com as autoridades cariocas e de Goiás sobre a operação de ontem.
 


Segundo o Delegado Leandro Leite, o trabalho alcançou o resultado desejado e ele foi atingido com a união e o apoio de vários policiais civis das Delegacias Especializadas, GTA, Ministério Público do Estado do Amapá, Núcleo de Operações de Inteligência, setor de transporte, CIOSP do Novo Horizonte e Pacoval, que contribuíram de maneira decisiva para o sucesso e consecução dos trabalhos policiais.


Os envolvidos responderão pelos crimes de SONEGAÇÃO FISCAL (art. 2º da Lei Federal nº 8.137/90, LAVAGEM DE CAPITAIS (Lei Federal nº 9.613/98), FORMAÇÃO DE QUADRILHA (art. 288, CPB) e o definido no artigo 58 do Decreto Lei nº 6.259/44.

 

PCAP

 

DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social & Portal Nacional dos Delegados

logo-login-home-set-2013logo-vermelho-home-set-2013logo-cadastre-home-set-2013logo-vermelho-home-set-2013logo-dados-home-set-2013logo-vermelho-home-set-2013logo-sair-home-set-2013
Esqueceu sua senha?                 Esqueceu seu usuário?

assine-ja-2014


conteudo-exclusivo-2014


Exclusivo

® 2007 - 2014. DELEGADOS.com.br - Revista da Defesa Social & Portal Nacional dos Delegados - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvedor TDA Informática Ltda