Polícia Civil de São Paulo cria cadastro de pedófilos

Segunda, 13 Maio 2013 19:57 Publicado em: Notícias

A Polícia Civil de São Paulo criou um banco de dados com fotos de estupradores e pedófilos; nome; características; dados pessoais; histórico de crimes; e controle de entrada e saída desses indivíduos de estabelecimentos penitenciários no estado. O trabalho está sendo feito pela 4ª Delegacia de Repressão à Pedofilia, única no Brasil especializada neste tipo de crime.

 

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, os dados registrados na delegacia mostram que 40% desses criminosos têm entre 18 e 40 anos, 25% estão acima dos 40 e 35% têm até 17 anos. O número de pedófilos com parentesco com a vítima chega a 40%. Dos outros 60%, grande parte tem alguma relação com a família da vítima ou são amigos ou vizinhos, segundo a delegada-assistente Ana Paula Rodrigues. A delegacia não foi autorizada a informar o número total de pedófilos cadastrados.

 

Das vítimas, 80% são meninas e 60% tem de 7 a 13 anos. Em 2011, foram 2.814 denúncias de abuso sexual contra crianças e adolescentes no estado. No ano passado, chegaram a 3.117, um aumento de 10%, segundo a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. No Brasil, o aumento foi de 20%.

 

Quem cometer o crime de abuso sexual contra crianças e adolescentes pode ser punido com pena de oito a 15 anos de prisão. Já os crimes virtuais são punidos com penas de três a seis anos de reclusão.

 

Folha

 

DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social & Portal Nacional dos Delegados