Outubro 22, 2017

Faça seu login

Usuário*
Senha*
Lembrar de mim

Família envolvida em “golpe do bilhete premiado” é presa em Londrina

1
0
0
s2smodern

 

Mãe, filho e nora, de 51, 27 e 23 anos, suspeitos pelos crimes de extorsão e estelionato, foram presos na manhã de quarta-feira (26), pelo Grupo de Diligências Especiais (GDE) da 22ª Subdivisão Policial (SDP) de Arapongas. As prisões aconteceram na cidade de Londrina e contou com o apoio da Delegacia de Rolândia e Delegacia de Jaguapitã.

 

Delegado Marcos Fernando da Silva Fontes

Os mandados judiciais foram cumpridos em três bairros de Londrina, entre eles Jardim Eucalipto, Vila Industrial e Jardim Pindorama. Segundo informações policiais, o trio faz parte de um grupo criminoso especializado em aplicar um golpe popularmente conhecido como “golpe do bilhete premiado”.

 

Somente em Arapongas, a quadrilha é suspeita de cometer quatro vezes o mesmo crime, contabilizando um prejuízo superior a R$60 mil para as vítimas.

 

De acordo com o delegado-titular da unidade, Marcos Fernando da Silva Fontes, as vítimas geralmente eram mulheres idosas. Em geral, os suspeitos agiam da mesma forma, um deles abordava a vítima dizendo ser analfabeto e pedia informações de como chegar até uma agência bancária, explicando que possivelmente estava em posse de um bilhete premiado.

 

Na sequência, outro integrante da quadrilha chegava, fingindo que não conhecia o comparsa e fazia uma ligação para um terceiro elemento do grupo que se passava pelo gerente do banco confirmando uma quantia a ser retirada.

 

O suspeito então agradecia e pedia para que fossem até o banco com ele, inclusive, que queria recompensá-los pela ajuda prestada até ali. Momento em que seu comparsa induzia a vítima a dar uma quantia em dinheiro como garantia de que não iriam enganar o suposto ganhador do dinheiro.

 

O delegado ressalta ainda que o trio também é suspeito de participar em um crime de extorsão praticado na cidade no mês de fevereiro deste ano. “Na ocasião, os suspeitos conseguiram fazer com que uma vítima entrasse no carro deles e a ameaçaram até que sacasse todo o dinheiro que tivesse em bancos, no total, causaram um prejuízo de R$7 mil”, conta o delegado.

 

O delegado informa que têm mais três pessoas envolvidas com o crimes, conforme apurado pela equipe. “Constatamos ainda que um dos membros do grupo, que está foragido no momento, também é procurado no Estado de São Paulo, pelo mesmo crime. As investigações continuam com o intuito de localizá-lo e prendê-lo, bem como as demais pessoas envolvidas com a quadrilha”, finaliza Fontes.

 

Mãe, filho e nora responderão pelos crimes de extorsão e estelionato. O três permanecem presos à disposição da Justiça.

 

Polícia Civil PR

 

DELEGADOS.com.br
Revista da Defesa Social & Portal Nacional dos Delegados

 

 

1
0
0
s2smodern